Da Madorna para o Mundo, André Silva vestiu-se de Piruka para se tornar numa referência do hip hop nacional. Como o próprio nunca escondeu, Piruka nasceu num berço de ouro, mas as vicissitudes da vida fizeram-no conhecer e viver uma realidade mais crua e dura. Pode-se dizer que, com o tempo, o ouro virou lata e o rapaz da Madorna transformou essa lata numa platina bem reluzente. “O português que vale milhões”, como já se escreveu um dia a seu propósito, mudou o panorama da música portuguesa com a edição do disco “AClara”. E a partir daí tem batido números absolutamente impressionantes. Estamos a falar de um artista que tem mais de 220 milhões de visualizações/streams na globalidade das plataformas virtuais. Músicas como “Louco”, “Se Eu Não Acordar Amanhã”, “Salto Alto”, “Não Se Passa Nada”, “Os Meus Putos”, “Prova Dos 9”, “Impossíveis”, entre tantas outas, aparecem como autênticos hinos nas bocas dos seus fãs. Piruka tem recebido um incontável número de convites e o seu nome já chegou além-fronteiras, tendo recebido convites para participar em vários projetos fora de portas, nomeadamente no Brasil. Apesar do sucesso até ao momento, Piruka jamais se encontra acomodado, e aparece em 2020 mais empenhado do que nunca: o objetivo é continuar a bater recordes, mas, acima de tudo, comprometer-se ainda com os seus fiéis seguidores. Neste momento o rapper encontra-se a trabalhar no seu segundo álbum de originais. A saga de sucesso continua e temas como “Louco” (feat. Bluay com produção Rusty), “Impossíveis” (com produção de Tom Enzy) e “Até Já” (com produção de Lazuli), todos eles com milhões de visualizações no YouTube, aguçam o apetite para esse novo registo do rapper. Não faltam razões para querer estar na fila da frente do concerto de Piruka na próxima edição do Sumol Summer Fest – dia 2 de julho, no Palco Sumol .

12ª EDIÇÃO DO SUMOL SUMMER FEST

ADIADA PARA 2022

NOVAS DATAS:

1 e 2 de julho de 2022

Sentimos falta de acampar com os amigos, de ir à praia, de gritar bem alto o nome do nosso artista preferido e, acima de tudo, da liberdade de sermos nós próprios... Tudo fizemos para nos reencontrarmos no Ericeira Camping e darmos as boas-vindas a mais um verão, mas infelizmente, não poderá ainda ser este ano.

Trabalhámos ao longo dos últimos meses, conjuntamente com Autoridades de Saúde e representantes do setor, em medidas que possam permitir o regresso dos Festivais em segurança. No entanto, a cerca de 3 semanas das datas previstas, com o tempo necessário para a preparação e montagens, e não sendo ainda conhecidas as regras para a realização de grandes eventos, tivemos que tomar a difícil decisão de adiar uma vez mais a 12º edição do SUMOL SUMMER FEST, para 1 e 2 de julho de 2022.

Aguardámos o tempo possível, por sabermos o quanto esta decisão impacta as vidas dos artistas e profissionais envolvidos, os nossos patrocinadores e parceiros, a economia local e todo o nosso público – sabemos o quanto todos ansiamos por ter de volta tudo o que a pandemia da COVID-19 nos tem impedido de viver. A todos o nosso enorme e sincero obrigado!

Se tens um bilhete para as datas de 2020 ou 2021, este mantém-se válido para a edição de 2022, sem necessidade de troca ou emissão de novo bilhete. Caso pretendas o reembolso, podes pedi-lo nos 14 dias úteis seguintes à data prevista em 2021, em conformidade com o Decreto-Lei n.º 26-A/2021 de 5 de abril de 2021. Toda a informação aqui.

Depois de 2 anos sem podermos realizar o Sumol Summer Fest, é um contributo inestimável se decidires manter o teu bilhete usando-o em 2022. Desta forma, ajudarás um setor que atravessa um momento muito difícil.

Do nosso lado, estamos já a trabalhar para podermos dar-te novidades do cartaz muito em breve, e vamos continuar a trabalhar com o empenho e motivação de sempre, para um regresso memorável à Ericeira. Estaremos certamente juntos em 2022 para a melhor edição de sempre do SUMOL SUMMER FEST!

#SumolSummerFest #Éoqueés #orgulhosamentesumol