Formado em fevereiro de 2014, o grupo Mobbers começou por se chamar MOB e foi inicialmente criado pelos membros Xuxu Bower, LipeSky e Deksz James. A partir de uma conversa decidiram adicionar outros elementos ao grupo e logo a seguir lançaram os seus primeiros temas. “Só Deus”, “Falas Baixo”, “Ando Com 30”, “Para os Teus Niggas” ou “Aquele Puto” mostraram que valeria a pena seguir o trabalho destes rapazes. Em 2015 voltaram a aumentar a equipa com a entrada de CaliJohn, Pedro Priceless, Edy J, Fredh Perry, Eric Rodrigues e Aldo F. Em julho do ano de 2016 lançaram o primeiro projeto mais a sério. “Money Over Bitches’” contém hits como “Blocka”, “Culpado”, “Parvos” e “Bunda no Alto”. O projeto foi muito bem recebido e isso permitiu uma série de atuações ao vivo nas escolas de Luanda, e algumas atuações em Lisboa – e a agenda do grupo nunca mais deixou de estar preenchida. Em novembro desse ano surgiu a oportunidade de trabalharem com Preto Show e o resultado foi a música “Baixa Mais Um Pouco”. Em 2017, o grupo lançou hits como “Uh La La La”, “Vou Levar”, “Não Brinca Só”, entre outros sucessos que consolidaram a popularidade do grupo. Em 2018 saiu mais um disco e mais uma série de sucessos para guardar no coração. “Sob Pressão” inclui temas como “Ké Balar Né” e “Deixar Cair Geral”. Desde aí, os Mobbers correram Angola de lés a lés e não param de surpreender os fãs com o seu talento, graças a maravilhas como “Palpitar”. E isso vai voltar a acontecer no concerto marcado para 2 de julho no Sumol Summer Fest .

12ª EDIÇÃO DO SUMOL SUMMER FEST

ADIADA PARA 2022

NOVAS DATAS:

1 e 2 de julho de 2022

Sentimos falta de acampar com os amigos, de ir à praia, de gritar bem alto o nome do nosso artista preferido e, acima de tudo, da liberdade de sermos nós próprios... Tudo fizemos para nos reencontrarmos no Ericeira Camping e darmos as boas-vindas a mais um verão, mas infelizmente, não poderá ainda ser este ano.

Trabalhámos ao longo dos últimos meses, conjuntamente com Autoridades de Saúde e representantes do setor, em medidas que possam permitir o regresso dos Festivais em segurança. No entanto, a cerca de 3 semanas das datas previstas, com o tempo necessário para a preparação e montagens, e não sendo ainda conhecidas as regras para a realização de grandes eventos, tivemos que tomar a difícil decisão de adiar uma vez mais a 12º edição do SUMOL SUMMER FEST, para 1 e 2 de julho de 2022.

Aguardámos o tempo possível, por sabermos o quanto esta decisão impacta as vidas dos artistas e profissionais envolvidos, os nossos patrocinadores e parceiros, a economia local e todo o nosso público – sabemos o quanto todos ansiamos por ter de volta tudo o que a pandemia da COVID-19 nos tem impedido de viver. A todos o nosso enorme e sincero obrigado!

Se tens um bilhete para as datas de 2020 ou 2021, este mantém-se válido para a edição de 2022, sem necessidade de troca ou emissão de novo bilhete. Caso pretendas o reembolso, podes pedi-lo nos 14 dias úteis seguintes à data prevista em 2021, em conformidade com o Decreto-Lei n.º 26-A/2021 de 5 de abril de 2021. Toda a informação aqui.

Depois de 2 anos sem podermos realizar o Sumol Summer Fest, é um contributo inestimável se decidires manter o teu bilhete usando-o em 2022. Desta forma, ajudarás um setor que atravessa um momento muito difícil.

Do nosso lado, estamos já a trabalhar para podermos dar-te novidades do cartaz muito em breve, e vamos continuar a trabalhar com o empenho e motivação de sempre, para um regresso memorável à Ericeira. Estaremos certamente juntos em 2022 para a melhor edição de sempre do SUMOL SUMMER FEST!

#SumolSummerFest #Éoqueés #orgulhosamentesumol