Joey Bada$$ é o nome de guerra de Jo-Vaughn Scott. Quando ouvimos este jovem de Brooklyn ficamos certos de que o futuro do hip-hop está assegurado. Com uma postura indie que não esquece a experiência na rua, Joey não se contenta com um hip-hop só para entreter e atira-se aos temas mais sensíveis. Nas suas rimas somos confrontados com a desigualdade social, a opressão policial e a violência que se vive nas ruas norte-americanas.

E foi o próprio Joey Bada$$ que preparou o espaço ideal para o seu talento florescer. Com os amigos Capital Steez, CJ Fly e Powers Pleasant, formou o colectivo Pro-Era, um dos acontecimentos mais estimulantes do hip-hop da última década. E as conquistas a solo vieram logo a seguir: as mixtapes “1999”, “Rejex” e “Summer Knights” foramk um sucesso e são registos obrigatórios para quem quer ficar a conhecer ate onde vai o potencial Joey. “B4.Da.$$”, o primeiro disco, editado em 2015, é próximo do hip-hop feito nos anos 90, sem deixar de reflectir as angústias da sua geração.

Em 2017, chega “ALL-AMERIKKKAN BADA$$”, aquele que é, até agora, o último trabalho de Joey Bada$$. Mantém-se o gosto pela história do hip-hop e a vontade de trazer a realidade das ruas para o seu rap, questionando e provocando os ouvintes, dando voz a muitos outros que não encontram forma de se exprimir. Este rap com consciência não significa um rap sem esperança – ela também encontra lugar na lírica de Joey. Temas como “Devastated” e “Land of the Free” colocam este jovem de Brooklyn na linha da frente do hip-hop mundial.